Workshop Arqueologia 3.0

'Resgatar Memórias'- Sítios, Territórios e Comunidades

Apresentação

A terceira edição do Workshop Arqueologia 3.0                (14 e 15 de Março de 2019) teve como  

temática a 'Resgatar Memórias' - Sítios, Territórios e Comunidades. É uma iniciativa conjunta da Fundação da Casa de Bragança -  Museu-Biblioteca da Casa de Bragança e da Universidade de Évora - CHAIA. 

O Workshop decorreu no Castelo de Vila Viçosa onde está exposta a Colecção Arqueologia da Fundação da Casa de Bragança. 

Durante estes dois dias, e mantendo a linha condutora assumida desde a primeira edição do evento, pretendeu-se abordar a questão do estudo, divulgação e valorização do património arqueológico à luz de novas formas de comunicar a Arqueologia.

Nesta terceira edição falamos da Arqueologia como instrumento de avanço científico e gerador de novas dinâmicas sociais que passem pela formação de sensibilidades e integração do conhecimento produzido, entendido como uma mais valia na vida da sociedade atual, do território no qual os arqueossítios se encontram inseridos e das respectivas comunidades. Para tal, assumiu-se como ponto de partida e mote de reflexão a necessidade do estudo, reabilitação e dinamização de sítios (ou coleções) há muito escavados e votados ao esquecimento. Contrariando a tendência de continuarmos a escavar incessantemente e, não raras vezes, de forma pouco sustentável, pretende-se chamar a atenção para os arqueossítios já intervencionados e subaproveitados, quer enquanto recurso científico, quer enquanto potencial recurso socioeconómico e de desenvolvimento territorial. Debateu-se a ideia de 'resgatar memórias' como parte integrante de uma visão mais abrangente e sustentável do exercício da profissão de arqueólogo, que implique 'devolver' tais memórias às comunidades, em prol do património arqueológico, da sua valorização e de uma gestão responsável e eficiente a longo prazo. Foi neste sentido que se procurou analisar de que modo a aplicação do conceito de 'Arqueologia Pública', tão pouco trabalhada em Portugal, pode, de facto, fazer a ponte entre herança cultural, comunidades e territórios, e converter-se em motor de arranque para uma sociedade consciente do valor sociocultural e económico do património arqueológico e comprometida com a defesa e salvaguarda do mesmo.

 Objectivos

"Levar as pessoas à Arqueologia": dar a conhecer diferentes projetos e experiências na área da divulgação e socialização da Arqueologia

"Levar a Arqueologia às pessoas": promover a socialização do património arqueológico como mais-valia para a divulgação do conhecimento científico e a preservação da memória comum.